Pesquisar este blog

Carnaval de Pernambuco 2013 - FREVO



Neste primeiro programa, você vai conferir tudo sobre o ritmo que contagia, e atrai milhares de foliões para Pernambuco, o frevo! Apresentação: Lucas Adriel Imagens: Danielle Martins Produção: Nayara Karoline e Ingrid Larissa http://www.canalbrasilrs.com

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Criação de sambódromo é defendida em Caminhada do Samba

(Reprodução/Internet)
por Assessoria de Imprensa/ComCar

A criação de um sambódromo em Salvador – berço do samba – foi defendida durante a Caminhada do Samba, que levou cerca de 600 mil pessoas ao Campo Grande no domingo (25/11). O evento em comemoração ao Dia Nacional do Samba (2 de dezembro) deu a largada das festas oficiais que antecedem à folia momesca e abre a alta temporada na capital baiana.

“A sétima caminhada do samba vem consolidar a pretensão da Unesamba (União das Entidades de Samba da Bahia) em pleitear o sambódromo, como já existe no Rio de Janeiro e em São Paulo. A prova disso foi a grande participação popular sambando ao som dos nove trios elétricos”, ressaltou o presidente o diretor do bloco Vem Sambar, Jairo da Mata e coordenador executivo do Conselho Municipal do Carnaval (ComCar).

Realizada pela Unesamba com o apoio do ComCar e da Prefeitura de Salvador, além da Fundação Palmares, AmBev (Brahma) e Rede Bahia, a caminhada este ano homenageou um dos baluartes do samba da Bahia, Jorge Lima – atual dirigente do bloco Reduto do Samba e ex-diretor do Apaxe e Alvorada. “É uma festa linda, sem brigas, sem cordas, todos os amantes do samba vêm para o circuito para celebrar o Dia do Samba. A cada ano vemos um crescimento do público, já que no ano passado a caminhada arrastou 500 mil pessoas e este ano mais 100 mil vieram conferir de perto esta grande celebração”, declarou o presidente da Unesamba e do bloco Alerta Geral, José Luiz Lopes, mais conhecido como Zé Arerê.

As baianas também foram homenageadas durante a caminhada pelo seu dia comemorado neste domingo (25/11). Ao todo, nove blocos percorreram o circuito Osmar (Avenida), arrastando a multidão pelo Campo Grande, Avenida Sete e Praça Castro Alves. Os blocos que desfilaram foram Vem Sambar (Movimento, Neto Bala), Alvorada (Grupo Bambeia), Alerta Geral (Fora da Mídia), Pagode Total (É o tchan), Reduto do Samba (banda de mesmo nome), Proibido proibir (Banda Catulê), Amor e Paixão (Batifun, Sangue Brasileiro e Nelson Rufino), Samba Popular (Paparico) e Q Felicidade (Depende de nós).

Nenhum comentário: