Pesquisar este blog

Carnaval de Pernambuco 2013 - FREVO



Neste primeiro programa, você vai conferir tudo sobre o ritmo que contagia, e atrai milhares de foliões para Pernambuco, o frevo! Apresentação: Lucas Adriel Imagens: Danielle Martins Produção: Nayara Karoline e Ingrid Larissa http://www.canalbrasilrs.com

domingo, 16 de março de 2014

Seja um repórter de Eu Gosto de Carnaval. Envie-nos uma matéria



Colabore com o Eu Gosto de Carnaval. Envie matérias, calendário de prévias, curiosidade e vídeos de bailes, blocos, troças, etc.

Envie junto com a matéria, nome completo e telefone e autorização para publicação. É preciso também que seja enviado crédito das fotos e vídeos.

JACYTAN MELO PRODUÇÕES
E-mail: jacytanmelo@jacytanmeloproducoes.com
(81) 9998-5874 - 8645-1475

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Sorvete Dançante apresenta baile pré-carnaval no Casarão Ameno Resedá


por Casarão Ameno Resedá

Rio de Janeiro (RJ) - A edição de fevereiro da Festa Sorvete Dançante vem em clima de carnaval. No dia 01 de fevereiro, sábado, às 22h, a tradicional noite de flashbacks ganha companhia do bloco “De Palhaço e Louco Todo Mundo Tem Um Pouco” com a bateria comandada pelo Mestre Penha. A festa surgiu em 2009 e a cada edição traz uma nova atração para divertir o público. No comando das carrapetas, o DJ residente Mau Mau apresenta o melhor do flashback sempre reeditado dando uma nova roupagem às músicas que embalaram as décadas de 70 e 80.

Tradicional do bairro das Laranjeiras, o bloco “De Palhaço e Louco Todo Mundo Tem Um Pouco”, surgiu na Rua General Glicério e é conhecido por reunir toda a família com muito batuque e animação.

Por manter uma tradição musical, atualmente, o Sorvete Dançante é a festa mais querida da cidade e já tocou em várias boates e clubes do Rio, como Nuth, Fluminense Football Club, Green Club Bar, Far Up, Hideaway, entre outros.

Serviço:
Sorvete Dançante apresenta baile pré-carnaval
Quando: Sábado, 01 de fevereiro de 2014
Hora: às 22h
Quanto: R$ 40
Ingresso: Ingresso rápido 4003-1212
Local: Casarão Ameno Resedá
Rua Pedro Américo, 277, Catete, Rio de Janeiro - RJ (esquina com Rua Bento Lisboa)
Informações e reservas (21) 2556-2427
BOM LAZER: SEU FIM DE SEMANA COMEÇA AQUI

10 MOTIVOS PARA ESTUDAR NO CURSOS 24 HORAS

Eskentadinha do Carnaval no Casarão Ameno Resedá

Créditos: Divulgação/CAR

por Casarão Ameno Resedá

Rio de Janeiro (RJ) - Eskentadinha do Carnaval chega para agitar as noites de sexta-feira no Casarão Ameno Resedá. O evento teve início no dia 17 de janeiro e segue até o dia 28 de fevereiro, a partir das 22h, o pré-carnaval do verão carioca vai contar com o aquecimento dos tamborins de alguns dos mais tradicionais blocos de rua da cidade maravilhosa. Entre eles, Carmelitas, Suvaco do Cristo, Simpatia é Quase Amor, comandando as mais famosas marchinhas e sambas de sucesso.

No dia 31 de janeiro (sexta-feira), o bloco “Só Tamborins” vai comandar o batuque na casa. Criado por um grupo de amigos tamborinistas, o bloco surgiu como uma das novidades do carnaval de 2007. Hoje, o bloco conta com a batuta do Mestre Alexandre Lima, Mestre de Tamborins da escola de samba Império da Tijuca e a coordenação dos trabalhos e a liderança fica atribuída à uma Comissão Organizadora. O bloco conta com cerca de 100 tamborinistas.

Grandes blocos, lindas passistas, DJs convidados e muita gente bonita vão fazer os foliões entrarem no clima da mais importante festa popular do mundo, elevando ainda mais a temperatura da estação, com muita animação e irreverência.

Serviço:
Eskentadinha do Carnaval
Quando: Toda sexta, até 28 de fevereiro de 2014
Hora: às 22h
Entrada: Pista R$ 40 (meia antecipado)
Ingresso: Ingresso Rápido 4003-1212
Local: Casarão Ameno Resedá
Rua Pedro Américo, 277, Catete, Rio de Janeiro - RJ (esquina com Rua Bento Lisboa)
Informações (21) 2556-2427

Sobre o Casarão Ameno Resedá

Imagem: Reprodução/SiteCAM
O nome do Casarão foi escolhido em homenagem ao Rancho Ameno Resedá, o mais famoso de todos os ranchos carnavalescos do Rio de Janeiro. O desfile de um rancho era como um cortejo de um rei e uma rainha, ao som de uma marcha que vinha com muitos instrumentos e ritmo parecido com o samba, mas um pouco mais pausado.

O Ameno Resedá foi o que mais se destacou, ganhou prêmio de originalidade e apresentou desfiles reconhecidos como óperas populares. A inspiração do nome veio do som 'ameno' do rancho, e de uma flor (Resedá) abundante na Ilha de Paquetá, onde aconteceu o piquenique que foi o primeiro encontro entre os fundadores do rancho.

Sua primeira sede era no bairro do Catete - que tem nome de origem indígena (que pode significar "folha grande ou mato grosso" ou "uma espécie de milho") - e já abrigou a sede do Governo Federal do Brasil, além de ter sido bairro de residência de Machado de Assis, Carmen Miranda e José de Alencar.

Sendo rancho carnavalesco ou Casarão, o importante é a alegria. E com tanta história pra contar, a diversão é, com certeza, garantida.

Fonte: site do CAR
BOM LAZER: SEU FIM DE SEMANA COMEÇA AQUI

10 MOTIVOS PARA ESTUDAR NO CURSOS 24 HORAS

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Nação Porto Rico promete brilhar nas passarelas


Maracatu Nação Porto Rico
Imagem: Reprodução/Internet
Nação Porto Rico, uma das campeãs nos concursos de Carnaval do Recife, sempre manteve a ligação do maracatu de baque virado com os terreiros de candomblé e este ano promete tornar mais forte essa evidência. O mestre e comandante Shacon Viana, da nação fundada há 98 anos, mantém a tradição das obrigações espirituais antes de qualquer apresentação. Os ensaios acontecem no terreiro, no bairro do Pina, Zona Sul do Recife. Este ano (2014), o Nação Porto Rico mostrará sua beleza visual e sonora em passarela mais organizada, na Avenida Dantas Barreto, com espaço para dispersão no Pátio do Carmo e sistema de som mais eficiente.

BOM LAZER: SEU FIM DE SEMANA COMEÇA AQUI

10 MOTIVOS PARA ESTUDAR NO CURSOS 24 HORAS

MEMÓRIA: Ubiracy Ferreira: ai que saudade que dá


Ubiracy Ferreira - Imagem: Reprodução/Internet
Recife, abrigou em seu berço uma figura de destaque, quando vivo, deu sua contribuição de forma majestosa a cultura popular pernambucana. O professor e babalórixa Ubiracy Ferreira, falecido em outubro de 2013, era uma pessoa possuidora de uma cultura invejável. Em sua bagagem cultural acumulava um profundo conhecimento das tradições e da cultura de origem africana, além de ser detentor de didática para contar e mostrar ao mundo a beleza do maracatu, a dança e a cultura do Estado. Conhecido carinhosamente como Bira, conquistou a simpatia de todos, principalmente de seus alunos. Ele conseguiu devolver às ruas do Recife, no ano de 1988, o maracatu fundado por seus ancestrais em 1905 e que foi dissipado com a perseguição aos terreiros no anos 1940. Em uma das suas entrevistas concedidas durante o Carnaval de 2013, Ubiracy, com 75 anos de idade, chamava a atenção das autoridades ligadas a cultura e ao público em geral, da necessidade da preservação  dos aspectos musicais e religiosos do maracatu. Bira, em suas apresentações seguia as loas do passado que ouvia quando criança sua mãe cantar.

Só nós resta a saudade do mestre Ubiracy. Com certeza seu nome estará presente em cada esquina, onde se escuta um toque do afoxé, do atabaque e do agogô. Seu largo e sincero sorriso estará estampado em sua face, feliz por ter dado sua contribuição a cultura pernambucana. Descanse em paz mestre e amigo.

BOM LAZER: SEU FIM DE SEMANA COMEÇA AQUI

10 MOTIVOS PARA ESTUDAR NO CURSOS 24 HORAS

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Maracatu em parceria com o rap


Naná Vasconcelos - Divulgação/AgendaCulturalRecife
Diante da ameaça de perder o posto de honra na abertura do Carnaval do Recife, o maracatu nação, com ligação ao candomblé, consegue recuperar seu espaço e fará uma parceria histórica com o rap. A iniciativa foi de Naná Vasconcelos, que tem em seu comando cerca de 500 batuqueiros no espetáculo, fez um convite ao rapper carioca Marcelo D2 e o músico recifense Zebrão, ex-Faces do Súburbio, para o encontro, apesar de expressões doferentes, mas com origens próprias.

Naná fez uma viagem ao Rio para convidar Marcelo D2, que o agradou bastante. Segundo Naná, a escolha de D2 é relacionada a sua busca da batida perfeita, unindo ritmo e poesia. Quanto a Zebrão, ele enaltece a opção pela embolada. Os estilos convergem com o batuque de doze nações. Os batuqueiros irão se concentrar na Rua da Moeda, às 17h, e uma hora após seguirão pelas Ruas do Bairro do Recife, em direção ao Marco Zero.

O cortejo comandado por Naná Vasconcelos tem impacto positivo para o setor de turismo. Desde 2001 o evento vem atraindo turistas de outros Estados e Países e vem se consagrando como componente indispensável na mistura de culturas que engrandece o Carnaval pernambucano.

Este ano (2014), segundo Naná Vasconcelos, além dos tradicionais grupos que se reunirão, dois deles irão reforçar o elenco: Nação Tigre, de Peixinhos, e a Estrela Dalva, de Joana Bezerra. Onde se juntam aos batuqueiros do Maracatu Sol Nascente,, de Água Fria. No Marco Zero, o grupo sobe a rampa para uma homenagem póstuma ao professor e babalorixá Ubiracy Ferreira, falecido em outubro de 2013, vitimado por um câncer.
BOM LAZER: SEU FIM DE SEMANA COMEÇA AQUI

10 MOTIVOS PARA ESTUDAR NO CURSOS 24 HORAS

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Bloco da Saudade completa quarenta anos de folia


Imagem: Reprodução/Internet
O Bloco da Saudade, Patrimônio Imaterial de Pernambuco está completando 40 carnavais ininterruptos em 2014. Surgido em  1974, numa iniciativa de amigos, intelectuais, teve seu fortalecimento nos idos dos anos 90, atraindo gerações e serviu de iniciativa para criação de grupos similares na folia pernambucana e até em outros estados.

Quem levantou bandeira para o surgimento do bloco foram: o músico Zoca Madureira, violonista do Quinteto Armorial, Ariano Suassuna (em outubro de 1970), que promovia uma arte erudita a partir das raízes populares da cultura nordestina, Zoca Madureira e o jornalista Marcelo Varella, conhecidos como os mentores do Bloco da Saudade.

Durante a ditadura militar, o Carnaval de rua estava condenado a desfiles de passarela. O Bloco da Saudade, brilhantemente retomava o hábito das décadas de 20 e 30 do século 20, com brincantes bailando cantando pelas ruas. Em seu primeiro ano o bloco foi às ruas de forma rudimentar, com apenas um clarinete, dois ou três violões, um cavaquinho, surdo e pandeiro, composta de apenas 15 pessoas. Hoje, totaliza cerca de 40 músicos e mais de 100 desfilantes.

Nos 40 anos do bloco, será lançado o sexto CD com composições novas e antigas. Haverá manhã de sol no próximo dia 26 de janeiro e acertos de marchas nas três sextas-feiras seguintes. Está programada para na terça-feira da semana pré-carnavalesca, a subida do Bloco da Saudade na ladeira do Varadouro, em Olinda, cantando músicas de pastoril para receber a benção no mosteiro de São Bento, uma tradição do grupo. Como destaque na história do bloco foi a participação de homenagens ao acerbispo emérito de Olinda e Recife, dom Hélder Câmara, falecido em 1999. Para saber mais sobre o grupo acesse: www.blocodasaudade.org.br.
BOM LAZER: SEU FIM DE SEMANA COMEÇA AQUI

10 MOTIVOS PARA ESTUDAR NO CURSOS 24 HORAS

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Aline do Cavaco: samba de primeira linha


Créditos: Divulgação
Carnaval é só em março. Mas, você não precisa esperar tanto tempo para curti-lo. Antecipe sua festa, contrate nossa atração: ALINE DO CAVACO, samba de primeira linha. Leia + http://jacytanmeloproducoes.net/atrações-exclusivas/

Contato: Jacytan Melo Produções
(81) 9998-5874 - 8645-1475
jacytanmelo@jacytanmeloproducoes.com

10 MOTIVOS PARA ESTUDAR NO CURSOS 24 HORAS